CRIANDO UM PROGRAMA DE RESPOSTA A INCIDENTES DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA

Tag: Segurança Cibernética

imid-group_resposta_incidentes
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI

CRIANDO UM PROGRAMA DE RESPOSTA A INCIDENTES DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA

CRIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE RESPOSTA A INCIDENTES DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA

 

 

Um bom plano de cibersegurança não é opcional, porque no mundo moderno não é uma questão de se você será alvo de cibercriminosos, mas de quando.
Um programa robusto de resposta a incidentes de segurança cibernética é um componente integral da estratégia de segurança cibernética de qualquer organização. Sem um plano de resposta sólido implementado, pode ser desafiador responder a violações ou ameaças de forma eficaz e se recuperar de qualquer dano. No entanto, um plano sólido não deve ser apenas reativo: ele precisa ser proativo. Um plano abrangente deve ajudá-lo a:

  • Entenda que tipo de ameaças você pode encontrar e ajude-o a se preparar para elas.
  • Detecte e analise ameaças.
  • Conter quaisquer violações que ocorram.
  • Erradique os pontos fracos de seus protocolos e infraestrutura de segurança cibernética.
  • Recupere-se de uma violação.
  • Reveja a eficácia da sua resposta e melhore-a, se necessário.

Elaboração de um programa abrangente de resposta a incidentes de segurança cibernética

Construindo um programa de resposta a incidentes

Estabelecendo as bases

É fundamental se preparar para possíveis incidentes de segurança cibernética que sua organização possa encontrar. Os incidentes de segurança cibernética tendem a se desdobrar rapidamente, portanto, uma resposta ad hoc ou um processo de tomada de decisão não será suficiente para proteger os ativos digitais da sua organização. Certifique-se de que todas as decisões cruciais sejam tomadas com antecedência e que todas as responsabilidades sejam identificadas e atribuídas. Você também deve garantir que os recursos sejam alocados o mais rápido possível.
Ao estar preparado, você ajudará a garantir que não haja lacunas em seu procedimento que possam impedir sua capacidade de responder a um incidente de segurança cibernética com eficácia. Algumas coisas que você deve considerar durante a fase de preparação incluem:

  • Comunicação: certifique-se de que todos saibam quem precisa ser alertado se ocorrer um incidente e como escalar um incidente de forma eficaz. Você também deve garantir que haja protocolos em vigor para que as linhas de comunicação possam permanecer abertas, mesmo se os sistemas críticos forem comprometidos. Você também deve ter um protocolo em vigor para comunicar informações relevantes a funcionários externos, bem como a parceiros externos e clientes afetados.
  • Manipulação de evidências: certifique-se de ter protocolos em vigor para coletar, rastrear e armazenar evidências físicas e digitais relacionadas à violação. Todos os seus funcionários devem entender como fazer isso corretamente para que nenhuma informação seja perdida.
  • Alocação de recursos: muitas vezes as equipes internas de segurança cibernética têm a tarefa de desenvolver um programa de resposta a incidentes eficaz, mas não recebem os recursos, o tempo ou os funcionários necessários para concluir sua tarefa. Garantir que sua equipe interna de segurança cibernética tenha as pessoas, os recursos e o tempo necessários para criar um programa abrangente de resposta a incidentes de segurança cibernética é crucial para proteger os ativos digitais de sua empresa.
  • Coleta de documentos críticos: Certifique-se de que a documentação importante relacionada a ativos essenciais (como diagramas de rede e linhas de base de atividades atuais) esteja disponível e prontamente acessível no caso de ocorrer um incidente de segurança cibernética.
  • Conduzindo avaliações de risco: Classifique seus ativos e sistemas com base em quão críticos e valiosos eles são. Isso o ajudará a priorizar a proteção de ativos ou sistemas críticos ou valiosos durante uma violação. Você também deve realizar avaliações de risco regulares para que possa documentar e lidar com novas vulnerabilidades e ameaças externas.
  • Treinar seus funcionários: todos os funcionários precisam saber o que fazer se encontrarem algo suspeito, como um e-mail de phishing. Certifique-se de que esteja claro para quem os funcionários devem relatar possíveis incidentes de segurança cibernética e como devem fazê-lo.
  • Treinamento para incidentes de segurança cibernética: conduzir testes de caneta (penetração) e executar cenários de mesa são uma ótima maneira de testar suas defesas de segurança em um ambiente de baixo risco. Durante um pen test, um hacker autorizado tenta invadir seu sistema e documenta todas as falhas de segurança que descobrir durante o processo. Essas informações são fornecidas a você após o teste para que você possa melhorar suas práticas atuais de segurança cibernética e minimizar as chances de ocorrer um incidente real de segurança cibernética. Os cenários de mesa são semelhantes aos exercícios de incêndio. Você e sua equipe são apresentados a uma ameaça hipotética de segurança cibernética e respondem a essa ameaça usando seus protocolos atuais.

A Imid Group o ajudará a se preparar para ameaças de segurança cibernética e a criar um programa de resposta a incidentes de segurança cibernética para atender às necessidades de segurança exclusivas de sua organização. Veja nossos serviços completos de segurança cibernética gerenciada .

Lidando com ameaças de segurança cibernética

Construindo um programa de resposta a incidentes
Na Imid Group, todos os nossos programas personalizados de resposta a incidentes de segurança cibernética seguem o mesmo formato básico: Buscar, Alertar, Investigar, Corrigir, Analise a eficácia da resposta, Repetir e Melhorar continuamente.

Buscar e Alertar

Você não pode responder a uma ameaça a menos que saiba que ela existe. Você e sua equipe devem procurar ativamente por ameaças à segurança e revisar seus protocolos regularmente. O monitoramento interno de endereços de e-mail e ferramentas de segurança deve alertá-lo sobre quaisquer atividades anormais. Se uma atividade incomum for detectada, sua organização deve ter um processo em vigor para alertar as partes internas apropriadas e analisar a atividade para determinar se é uma ameaça. Todas as respostas a atividades anormais devem ser registradas.
Se uma ameaça potencial for descoberta durante esta fase, você deve ter protocolos para fazer a triagem dela. Determine a gravidade da ameaça potencial e se uma violação é iminente ou não. Isso permitirá que você aloque recursos e pessoal de forma adequada para lidar com a ameaça potencial.

Investigar

Se ocorrer um incidente de segurança cibernética, sua principal prioridade deve ser contê-lo antes que qualquer dano significativo possa ser causado. Assim que a ameaça for contida, você pode trabalhar para erradicá-la de forma que a mesma ameaça não possa ser usada contra você novamente e para que qualquer usuário não autorizado envolvido no evento seja bloqueado do seu sistema.

Corrigir

Assim que a ameaça for contida e erradicada, você começará o processo de recuperação e correção. Isso deve envolver a notificação de quaisquer entidades externas apropriadas (incluindo clientes e organizações governamentais relevantes) sobre o incidente e qualquer dano causado. Você também deve reunir todas as evidências para que possam ser revistas.
Você deve realizar uma análise de causa raiz para que possa determinar qual é o problema primordial e determinar como remediar a situação de forma eficaz. Isso pode envolver a substituição de equipamentos, restauração de sistemas de backups, fechamento de vulnerabilidades e atualização de controles de segurança, como alteração de senhas ou instalação de patches de software.

Analise a eficácia da resposta

Uma vez que o incidente foi tratado, e todas as entidades externas apropriadas foram notificadas, é hora de revisar a eficácia de sua resposta. Você deve reunir todos os respondentes (tanto de sua equipe de segurança interna quanto de outras equipes envolvidas) para discutir como o incidente foi tratado e como sua organização poderia aprimorar sua resposta. A Imid Group ajudará você e sua equipe a avaliar a eficácia com que foram capazes de responder à ameaça de segurança cibernética e a melhorar sua resposta, se necessário.
Os incidentes de segurança cibernética são lamentáveis, mas são ainda mais lamentáveis ​​se não aprendermos com eles. Caso sua organização passe por um incidente de segurança cibernética, é fundamental que você analise o incidente e aprenda com ele.

Repetir

Só porque você identificou e frustrou com sucesso uma ameaça à segurança cibernética, não significa que os ativos digitais da sua organização estão seguros. Você e sua organização precisam permanecer vigilantes.
Elaborar um programa abrangente de resposta a incidentes de segurança cibernética pode ser assustador e sobrecarregar os recursos de pequenas e médias empresas. Se sua organização não tem pessoal ou experiência para dar suporte a uma equipe interna de segurança cibernética, você pode considerar um provedor de serviços de segurança gerenciados (MSSP). Um bom MSSP pode ajudá-lo a implementar um programa de resposta a incidentes de segurança cibernética sob medida para atender às suas necessidades exclusivas. Eles também podem fornecer monitoramento de ameaças 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, treinamento de resposta a incidentes de segurança cibernética e assistência de recuperação.

Melhoria Continua

A Melhoria Contínua é uma prática que a Imid Group adota para buscar ininterruptamente aperfeiçoamento de técnicas de cibersegurança para seus clientes, serviços e processos. Ela consiste na análise detalhada dos processos internos procurando quais atividades podem ser melhoradas, desse modo, busca encontrar onde estão as ineficiências, gargalos, atrasos e desperdícios para serem cortados e até eliminados.

Fontes: armadura Virtual

segurança da informação
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação TI

Como 2020 Mudou o Cenário da Segurança da Informação

Segurança da Informação

Segurança da Informação

 

A pandemia mudou a maneira como as organizações devem operar, não apenas no curto prazo, mas para sempre.

Uma das maiores mudanças permanentes é o cenário de TI, bem como o futuro da segurança de TI daqui para frente.

A segurança de TI já estava passando por uma revolução, mesmo antes do surgimento do COVID-19.

O vasto número de sistemas legados que nos levaram ao século 21 foi amplamente substituído por sistemas de armazenamento e transmissão que são mais complexos, móveis, sem fio e independentes de hardware.

As soluções em nuvem, a Internet das coisas e outros sistemas que atendem à nova geração sem fio exigem uma abordagem nova e ágil para a segurança, e a pandemia apenas acelerou essa necessidade.

As tecnologias de última geração mais recentes estão prestes a mudar a natureza da segurança cibernética na próxima década.

Eles oferecem um vislumbre das mudanças que estão alterando o cenário de segurança de maneiras que não seriam imagináveis ​​apenas alguns anos atrás.

Segurança da Informação

AMEAÇAS À SEGURANÇA CIBERNÉTICA EM 2020

De acordo com o Relatório de investigações de violação de dados de 2020 da Verizon , 86% dos ataques tiveram motivação financeira. Certos setores estavam sob ataques significativos e específicos:

  • O setor financeiro foi inundado por ataques. Tem havido uma pressão excessiva sobre as instituições financeiras para que implementem serviços digitais para seus clientes. Quando esses serviços não são acompanhados por medidas sofisticadas de segurança cibernética, as instituições ficam expostas a ataques com motivação financeira.
  • Ameaças de petróleo e gás têm sido mais insidiosas, com hackers expondo vulnerabilidades que permitiriam que as instalações de energia fossem controladas remotamente.
  • O setor de saúde, incluindo consultórios médicos e odontológicos, foi alvo de sofisticadas campanhas de phishing e hacks, que aumentaram em número e escopo conforme a pandemia continuava.
  • As PMEs foram atacadas em várias frentes, pois foram forçadas a priorizar o suporte a funcionários remotos, ao mesmo tempo em que lutavam para encontrar maneiras de estender as medidas de segurança de TI existentes no escritório para as casas e redes domésticas de seus funcionários.

As violações de dados foram galopantes – houve um aumento de 284% no número de registros expostos em 2019 em comparação com 2018, de acordo com o relatório anual de violação de dados do Risk Based Security. As ameaças mais comuns incluem ransomware, malware, engenharia social e phishing.

Segurança da Informação

Ransomware Segurança da Informação

Em meados do ano de 2020, os ataques de ransomware já custaram às organizações US $ 144,2 milhões. Esse número continuou a aumentar ao longo do ano.

Um dos maiores ataques de ransomware em 2020 ocorreu no início do ano na Dinamarca. A ISS-World , uma empresa de gerenciamento de instalações, foi atacada.

O custo estimado desse único ataque foi de US $ 75 milhões. As principais ameaças de ransomware continuam a causar estragos nas redes em todo o mundo.

Segurança da Informação

Malware Segurança da Informação

Os ataques de malware mais traiçoeiros do ano surgiram como resultado da pandemia.

Foi fácil jogar com o estresse emocional dos indivíduos, já que as empresas se esforçaram desde o início para enfrentar os desafios excepcionais de apoiar uma força de trabalho remota, encontrar informações para se manter seguro e compreender a natureza do coronavírus.

Isso levou a um grande aumento de sites falsos e ataques de e-mail nos quais um único clique ou download resultava em malware.

A engenharia social está se tornando uma ameaça maior

Um dos ataques de engenharia social mais visíveis aconteceu recentemente nos Estados Unidos, durante um período em que o país vive um dos ciclos eleitorais mais voláteis de sua história.

Um grupo de hostis estrangeiros se passando por “ Proud Boys ” – um grupo político de extrema direita – usou a engenharia social para encontrar as identidades dos membros do Proud Boy e usou essa informação para identificar os eleitores democratas.

O grupo então enviou os e-mails dos eleitores identificados e os ameaçou se não votassem de determinada maneira.

Proliferam os golpes de phishing

Os golpes de phishing não chegam apenas em e-mails.

Eles podem ser perpetuados por telefone e, mais recentemente, por mensagens de texto . Algumas das ameaças de phishing mais sinistras em 2020 foram resultado da pandemia.

As pessoas receberiam uma mensagem de texto informando que haviam sido expostas ao vírus e que deveriam se apresentar para testes.

Em seguida, eles receberiam um link no qual preencheriam um formulário solicitando informações pessoais.

 

TECNOLOGIAS DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA A SEREM ADOTADAS

As organizações de hoje precisam de mais do que apenas um firewall e software de detecção de malware.

Conforme a segurança de TI evolui para acompanhar a sofisticação crescente das ameaças, considere a implementação das soluções a seguir.

 

ANÁLISE COMPORTAMENTAL CONSCIENTE DO CONTEXTO

Problema

As plataformas de mídia social usam análises sensíveis ao contexto que podem torná-los privados dos dados da empresa aos quais eles não deveriam ter acesso, incluindo o dispositivo que está sendo usado, informações do usuário, endereços IP, URLs, etc.

Soluções Segurança da Informação

Estabeleça uma política para toda a empresa para impedir que os usuários usem esses sites de plataforma em uma rede corporativa; utilizar ferramentas de proteção de endpoint e software de relatório para analisar o comportamento dos usuários e identificar problemas.

O treinamento extensivo de funcionários também pode ser usado para garantir que eles entendam a quantidade de dados que estão sendo coletados de sites de mídia social e como aumentar suas configurações de segurança e privacidade.

 

DETECÇÃO DE VIOLAÇÃO DE ÚLTIMA GERAÇÃO

Problema

Os dados do usuário do terminal estão sendo explorados e dados corporativos importantes estão sendo violados, levando a perdas financeiras e danos à reputação.

Soluções Segurança da Informação

Comece instalando firewalls e software sofisticado de segurança de endpoint em seus servidores de rede. Além disso, estabeleça protocolos de detecção e monitoramento de ameaças, bem como políticas abrangentes que regem o uso de dispositivos de funcionários, incluindo como, onde e quando eles podem se conectar à sua rede.

Os sistemas de alerta precoce ainda estão engatinhando, mas estão sendo criados para diminuir a invasão de hackers de uma forma inovadora.

Esses sistemas são baseados em algoritmos que tentam identificar sites e servidores que serão hackeados no futuro e não se concentram exclusivamente nas fraquezas da infraestrutura; em vez disso, eles incluem uma análise de características comuns compartilhadas por sistemas hackeados com mais frequência.

Por exemplo, um site que é conhecido por conter uma grande quantidade de dados financeiros confidenciais seria um alvo de hacking mais provável do que outro site que contém apenas informações comerciais genéricas.

Esses sistemas não são projetados para proteger todos os sites ou mesmo sites com tipos específicos de segurança, o que é um desvio das abordagens clássicas de segurança cibernética.

 

REDE VIRTUAL DISPERSIVA (VDN)

Problema

Ataques man-in-the-middle são semelhantes a espionagem. Eles são bastante comuns na China, onde os firewalls que impedem o tráfego da Internet também ouvem tudo que vem de fora da China. Nos EUA, isso ocorre principalmente em sites que não usam HTTPS.

Soluções Segurança da Informação

Existem várias maneiras de minimizar o risco desses ataques:

  • Instale certificados SSL.
  • Treine funcionários para identificar e-mails de phishing e endereços da web mascarados.
  • Empregue o uso de uma VPN.
  • Estabeleça políticas que impeçam o uso de Wi-Fi público.
  • Empregue o uso de Rede Dispersiva Virtual (VDN).

A rede dispersiva virtual pega uma página da tecnologia de rádio militar e a aplica à segurança cibernética, dividindo aleatoriamente as comunicações em vários fluxos.

Ao fazer isso, apenas o destinatário pretendido pode remontar a mensagem corretamente.

Com o VDN, a própria Internet ou uma rede particular torna-se a plataforma de montagem da comunicação.

 

EXPANSÃO DE TECNOLOGIAS EM NUVEM

Problema

Se não configuradas corretamente, as tecnologias de nuvem podem deixar uma rede vulnerável a ataques e violações. Frequentemente, uma mudança para a nuvem carece de soluções híbridas que ajudem a proteger a nuvem e as infraestruturas legadas.

Soluções

Para resolver esse problema, algumas empresas estão usando o Security Assertion Markup Language – ou SAML – um formato de autenticação e autorização de dados com detecção de intrusão e software de criptografia para gerenciar o fluxo de dados.

 

VULNERABILIDADES DE TRABALHO EM CASA

Problema

Com o trabalho remoto se tornando mais comum, as redes e dispositivos corporativos estão expostos a mais vulnerabilidades e estão sujeitos a ataques.

Soluções

  • Configure honeypots, que atraem os cibercriminosos para longe de alvos reais e caem em armadilhas.
  • Realize testes de penetração da rede para identificar falhas de segurança.
  • Execute testes de phishing para determinar os pontos fracos dos funcionários e para identificar quais áreas requerem treinamento adicional.
  • Equipe os funcionários com o software de segurança de rede correto.

 

TRANQUILIDADE EM UMA NOVA FRONTEIRA TECNOLÓGICA

Essas novas tecnologias são apenas uma amostra do trabalho que está sendo feito para enfrentar as ameaças emergentes com soluções de segurança abrangentes.

Como em qualquer setor, a mudança pode ser assustadora (especialmente quando dados confidenciais fazem parte da equação), mas se sua empresa estiver ciente dos novos desenvolvimentos, você pode começar a implementar algumas dessas tecnologias de segurança em sua infraestrutura de TI existente e desfrutar de um pouco de paz na mente.

Deixe IMID Tecnologia te ajudar com essas questões complexas de segurança e tecnologias emergentes. Ligue para nós e veja o que podemos fazer por você.