Práticas Essenciais de Cibersegurança

Category: Consultoria de TI

Práticas Essenciais de Cibersegurança

Category: Consultoria de TI

Security Network Concept.
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Firewall Infraestrutura de TI Segurança da Informação TI

Práticas Essenciais de Cibersegurança

Práticas Essenciais de Cibersegurança

 

Cada empresa, não importa quão grande ou pequena, deve ter uma estratégia de segurança cibernética robusta em vigor para proteger os ativos digitais de sua empresa. Ficar seguro na era digital não é mais uma prática definida e esquecida. Você deve ser diligente em suas práticas de segurança e estar sempre atento às novas tendências.
Para ajudá-lo a garantir que seus dados estejam protegidos, aqui estão dezenove práticas recomendadas essenciais de segurança cibernética.

Documente suas políticas de segurança cibernética

É importante que você documente todas as suas políticas de segurança cibernética. Isso não apenas ajuda a garantir que todos os funcionários estejam seguindo o protocolo, mas também ajuda a garantir que os novos funcionários possam ser devidamente treinados. Mesmo a política de segurança cibernética mais robusta só é eficaz se os funcionários receberem o treinamento de que precisam para cumpri-la adequadamente.

Fique de olho nas coisas

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para manter os dados da sua empresa seguros é ficar de olho na rede e nas contas. Seus funcionários devem ser treinados para identificar atividades potencialmente suspeitas e devem saber o que fazer se a encontrarem. Se ocorrer um ataque cibernético, a melhor coisa que você pode fazer é detectá-lo antes que cause qualquer dano extenso.

No entanto, a maioria das pequenas e médias empresas não tem funcionários suficientes para monitorar seu sistema 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. Para ajudar a manter sua empresa e seus dados seguros, você pode considerar um Provedor de Serviços Gerenciados de Segurança ( MSSP). Um bom MSSP é capaz de monitorar seu sistema 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, e conta com uma equipe de especialistas em cibersegurança que pode proteger sua empresa e seus dados, alertá-lo sobre quaisquer problemas potenciais de cibersegurança e ajudá-lo a resolver problemas, caso eles ocorram.

Use firewalls

Um bom firewall atua como a primeira linha de defesa entre seus dados confidenciais e os cibercriminosos. Além de um firewall padrão, você também pode implementar firewalls internos para fornecer proteção adicional e evitar que o malware se espalhe se o firewall externo for violado de alguma forma. Para garantir que toda a sua rede esteja segura, você também deve garantir que todos os funcionários que trabalham remotamente também instalem firewalls em suas redes domésticas. Para fazer cumprir esta política, você pode considerar o fornecimento de software de firewall a todos os funcionários que trabalham à distância.

Faça backup de todos os dados regularmente

Você deve fazer backup de todos os seus dados regularmente para que nunca corra o risco de perder todas as suas informações. Isso não é importante apenas do ponto de vista da segurança cibernética, mas também ajudará a garantir que seus dados estejam seguros caso seu escritório sofra um incêndio, inundação ou outro desastre potencialmente catastrófico.

Instale o software antimalware e mantenha-o atualizado

Se um de seus funcionários abrir acidentalmente um arquivo infectado por malware ou visitar um site malicioso, o software anti-malware oferecerá à sua empresa uma linha adicional de defesa. Este software é projetado para detectar anexos e sites suspeitos e impedir que eles entreguem sua carga de malware ou isolar qualquer computador que já tenha sido infectado.

Mantenha todo o seu software atualizado

Conforme as empresas detectam possíveis falhas de segurança em seus softwares, elas desenvolvem e lançam patches para corrigi-los. No entanto, você só pode tirar proveito dessas correções se o seu software estiver atualizado.

Vulnerabilidades de software conhecidas que receberam patches recentemente são o principal alvo dos cibercriminosos, que geralmente procuram especificamente empresas que não atualizaram seu software para incluir os novos patches. Manter seu software atualizado e garantir que seus funcionários também o façam é uma maneira rápida e simples de ajudar a proteger os ativos digitais de sua empresa.

Proteja dados sensíveis

Você deve evitar armazenar dados confidenciais (como informações de cartão de crédito, informações pessoais, informações financeiras ou informações de saúde) em desktops, laptops, tablets ou dispositivos móveis, especialmente se esses dispositivos saírem do escritório.

Os dados confidenciais nunca devem ser armazenados em formatos não criptografados e quaisquer dados confidenciais que não sejam mais necessários devem ser removidos do sistema.

Esteja preparado

Todas as empresas devem realizar exercícios regulares de cibersegurança e testes de penetração. Esses exercícios permitem que seus funcionários pratiquem o que aprenderam sobre segurança cibernética em um ambiente sem riscos.

Eles também fornecem tempo para refinar e ajustar os protocolos de segurança cibernética, se necessário.

Os exercícios de cibersegurança são semelhantes aos exercícios de incêndio, em que os funcionários são apresentados a um ataque cibernético hipotético e usam os protocolos da empresa e suas habilidades para reagir a ele.

Os testes de penetração envolvem a contratação de um hacker ético para tentar intencionalmente invadir a rede da sua empresa e, em seguida, contar como eles fizeram isso para que você possa fortalecer seus protocolos atuais.

Eduque-se

É importante para qualquer empresário compreender os fundamentos da segurança cibernética para que possam tomar medidas para proteger seus negócios e seus ativos digitais. Você pode fazer isso conversando com sua equipe interna de segurança cibernética ou agendando reuniões de treinamento com seu provedor de segurança cibernética para que possa expandir seu conhecimento.

Eduque todos os seus funcionários

Especialmente em empresas de pequeno e médio porte, os funcionários podem cumprir uma ampla variedade de funções. Isso significa que todos os funcionários devem estar familiarizados com as políticas de segurança cibernética da sua empresa e devem compreender a quem recorrer se acharem que algo está errado ou se depararem com quaisquer atividades cibercriminosas possíveis.

Você também deve se certificar de que as políticas de segurança cibernética de sua empresa sejam revisadas regularmente e evoluam para lidar com novas ameaças potenciais.

Aplicar práticas de senha segura

Embora escolher boas senhas e alterá-las regularmente possa ser inconveniente, é importante que seus funcionários selecionem senhas fortes e as alterem com frequência. O NIST (Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia) oferece diretrizes abrangentes na seção 5.1.1.1. ( Autenticadores secretos memorizados ) para escolher senhas seguras.

Práticas recomendadas de segurança de senha

Use autenticação multifator

A autenticação multifator é uma maneira simples e minimamente intrusiva de capacitar seus funcionários para ajudar a manter os dados da empresa seguros. Os celulares dos funcionários funcionam bem como dispositivos de autenticação multifator, uma vez que é improvável que ladrões ou cibercriminosos tenham a senha e o celular do funcionário.

Evite golpes de phishing

Você deve garantir que todos os seus funcionários sejam treinados para reconhecer possíveis golpes de phishing e saber a quem denunciá-los. Embora os golpes de phishing sejam mais propensos a ser implantados por e-mail, eles também podem ser realizados por telefone, texto ou sites de redes sociais.

A melhor maneira de evitar ser vítima de um golpe de phishing é evitar abrir arquivos ou clicar em links que pareçam suspeitos. Uma boa regra geral a seguir é que, se algo parecer suspeito, provavelmente é; portanto, você deve dizer a seus funcionários para sempre verificarem com sua equipe de segurança cibernética antes de fazer qualquer coisa que a mensagem sugerir.

Nunca deixe os dispositivos sem supervisão

A segurança física é um grande componente da segurança cibernética que costuma ser esquecida. Laptops, tablets e dispositivos móveis devem ser protegidos quando não estiverem em uso.

O ideal é que os funcionários nunca levem computadores, tablets ou dispositivos móveis que usam no trabalho para casa, mas isso não é viável para empresas que empregam políticas de home office.

No entanto, todos os funcionários devem se lembrar de bloquear seus dispositivos quando não estiverem em uso. Os funcionários também não devem armazenar dados confidenciais em seus dispositivos, a menos que seja absolutamente necessário.

Verifique se os dispositivos móveis estão seguros

Você deve certificar-se de educar seus funcionários sobre como proteger adequadamente seus dispositivos móveis, tanto pessoais quanto profissionais, que se conectam à sua rede. Todos os dispositivos devem ser bloqueados com um PIN ou senha e não devem ser deixados sem supervisão.

Os funcionários só devem instalar aplicativos de fontes confiáveis ​​e não devem clicar em links ou anexos encontrados em e-mails ou mensagens de texto não solicitados.

Todos devem se certificar de que o software do seu dispositivo móvel seja mantido atualizado e os dados devem ser copiados regularmente. Os funcionários também devem instalar programas como Find my iPhone ou Android Device Manager para que dispositivos perdidos ou roubados possam ser rastreados.

Use Wifi público com sabedoria

Pontos de acesso wi-fi públicos estão em toda parte, mas nem todos são tão seguros quanto deveriam ser. Certifique-se de que os funcionários só se conectem a redes wi-fi em que confiem.

Se um funcionário precisar usar uma rede wi-fi pública, certifique-se de que ele se esqueça da rede quando terminar de usá-la. Isso evita que seus dispositivos se reconectem automaticamente em uma data posterior.

Seja esperto sobre drives Flash encontrados

Um dos truques mais antigos do crime cibernético é deixar infectar uma unidade flash com malware e, em seguida, deixá-la em um estacionamento ou outro local semi público e esperar que alguém se conecte.

Se um funcionário conectar o dispositivo infectado em seu computador, ele irá liberar malware que pode infectar toda a sua rede. Certifique-se de ter protocolos em vigor para que os funcionários saibam com quem devem falar se encontrarem unidades flash ou outros dispositivos suspeitos.

Não compartilhe tudo

Todos nós sabemos agora que nunca devemos anotar nossas senhas. No entanto, você também deve ter políticas em vigor para garantir que seus funcionários não compartilhem acidentalmente informações confidenciais. Os funcionários não devem tirar fotos que comprometam a segurança e devem ter cuidado com as informações que compartilham nas redes sociais.

Tudo bem em pedir ajuda

Se você não tiver certeza de como manter sua empresa e seus dados protegidos contra criminosos cibernéticos, entre em contato com os especialistas para obter ajuda. Um bom especialista em cibersegurança o ajudará a identificar os pontos fracos em suas políticas atuais e a melhorar sua segurança cibernética geral, criando políticas robustas e treinando seus funcionários sobre elas.

TI para Pequenas e Médias Empresas
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Terceirização de TI TI VPN

Coronavírus (COVID-19): Um Guia de TI para Pequenas e Médias Empresas

TI para Pequenas e Médias Empresas

TI para Pequenas e Médias Empresas

Todos os negócios foram afetados pela pandemia global COVID-19, e os negócios de São Paulo não são exceção.

Os líderes de negócios foram forçados a se adaptar para alcançar a continuidade dos negócios com uma força de trabalho remota enquanto se ajustam rapidamente às necessidades e expectativas em constante mudança de clientes, clientes e funcionários.

Para ajudá-lo a navegar por essas incertezas, A IMID GROUP elaborou este guia de TI para pequenas e médias empresas (PMES).

Como posso manter meu negócio aberto?

 

 

Com muitas empresas sendo determinadas como não essenciais e sendo forçadas a fechar suas lojas, a continuidade dos negócios torna-se uma questão de aumentar rapidamente os serviços online, estabelecer equipes de trabalho remotas e utilizar serviços em nuvem para garantir que ainda possam permanecer operacionais. Recomendamos seguir as seguintes etapas:

Crie um plano de continuidade de negócios

Um plano de continuidade de negócios fornece às PMES uma lista abrangente de etapas, recursos e membros da equipe responsáveis ​​necessários para manter as operações normais de negócios durante uma interrupção não planejada.

  • Primeiro passo:

    Nomeie um coordenador de continuidade de negócios que será responsável por reunir as informações necessárias e servir como um elo de ligação com os outros.

  • Segundo passo:

    Identifique as principais funções de negócios que são afetadas por não poder trabalhar em seu escritório. Quais funções ocorrem em seu escritório que precisam ser acessíveis aos funcionários de suas casas?

  • Terceiro passo:

    Planeje e execute uma estratégia de realocação.

    • Você precisa fornecer aos funcionários máquinas virtuais em casa para se conectar à sua rede?
    • Existem aplicativos e programas que você usa para atender seus clientes que precisam mudar para a nuvem para que os funcionários possam acessá-los de suas casas?
  • Quarto Passo
    • Que medidas de segurança você precisa tomar para garantir que seus dados sejam protegidos?
    • Você precisa aumentar seu serviço VPN para seus funcionários remotos?
    • Você está exigindo que os funcionários usem um gerenciador de senhas e 2FA para todos os acessos?
    • Seus funcionários têm medidas de defesa adequadas instaladas em seus dispositivos pessoais?

Reveja suas finanças TI para Pequenas e Médias Empresas

Determine como a interrupção afetará suas finanças.

  • Você pode cobrir seus custos básicos?
  • Existem áreas onde você pode cortar?

Como faço para manter meu  negocio, operacional por um longo período de tempo na pandemia ?

TI para Pequenas e Médias Empresas

Serviços de TI para Pequenas e Médias Empresas

Serviços de TI para Pequenas e Médias Empresas

No início, pode parecer quase impossível manter seu negócio operacional durante uma interrupção tão grande, mas você descobrirá que a tecnologia, a inovação e a motivação estão levando as empresas a serem mais criativas e os clientes estão entendendo melhor como as empresas estão se encontrando suas necessidades. Os fatores mais importantes para manter a continuidade dos negócios durante uma interrupção como essa são a comunicação e a colaboração.

Microsoft Teams Serviços de TI para Pequenas e Médias Empresas

O Microsoft Teams já está disponível para clientes de serviço gerenciado como parte do Office 365, mas a ferramenta também é uma maneira segura de as equipes se comunicarem, especialmente aqueles que estão preocupados com a segurança do Zoom . É uma excelente ferramenta de colaboração.

Treinamento Microsoft Teams

Continuamos a garantir que nossos recursos se concentrem no apoio à sua organização durante os desafios do COVID-19. Como esperado, vimos um aumento nas solicitações de clientes que não planejaram anteriormente um cenário de trabalho em casa.

Se você precisar de ajuda para navegar em seu local de trabalho remoto, estamos oferecendo aos nossos clientes – sem custo – sessões de treinamento do Microsoft Teams para ajudá-los a se conectar e trabalhar de forma produtiva e eficiente enquanto estão fora do escritório. Entre em contato com seu gerente de conta ou gerente de TI do cliente para obter mais informações. TI para Pequenas e Médias Empresas

Infraestrutura de TI

A terceirização com a IMID GROUP pode ajudá-lo a garantir que sua infraestrutura e segurança de TI estejam protegendo sua empresa de pequeno ou médio porte.

Oferecemos suporte sob demanda e serviços de TI que podem reduzir seus custos. Além das preocupações regulares com a infraestrutura, a pandemia permitiu o desencadeamento de um número excessivo de ataques de phishing e cibersegurança. Para manter seus dados protegidos contra esse ataque, é importante treinar os funcionários para reconhecer e-mails de phishing e golpes.

Suporte adicional para PMES da Microsoft e IMID GROUP

office 365

Oferta de teste do Microsoft OFFICE 365 E1

A Microsoft atualizou sua oferta de equipes gratuitas por 6 meses para uma avaliação de 6 meses do Microsoft Office 365 E1. Isso permite que a IMID GROUP forneça aos nossos clientes cenários de trabalho mais remotos. Novos clientes, clientes do Exchange Online e clientes do Office 365 Business podem experimentar o Teams como um centro de colaboração que reúne chat, reuniões e Microsoft 365 em um só lugar.

Fale com o gerente de TI do cliente ou gerente de conta se o Microsoft Teams Training ou o OFFICE 365 E1 Trial for algo que você acha que beneficiaria sua equipe e sua organização.

A resposta da IMID GROUP para COVID-19

 A maioria dos membros da nossa equipe trabalha remotamente, para minimizar o contato social interno e externo. Felizmente, muito do suporte que oferecemos aos nossos clientes pode ser realizado remotamente. Se alguma solicitação de suporte exigir uma presença no local, estamos tomando as seguintes medidas para garantir a saúde e a segurança de nossa equipe e da equipe de nossos clientes:

  • As visitas no local devem ser aprovadas pela gerência sênior ou pelos principais contatos do cliente antes de um profissional IMID GROUP chegar ao local.
  • Aumentamos ainda mais os protocolos de higiene e limpeza de nossos técnicos de serviço, garantindo que eles pratiquem a limpeza aprimorada da estação de trabalho ao fazer a manutenção de qualquer hardware. Suprimentos de limpeza antissépticos adicionais foram fornecidos à nossa equipe técnica para que eles possam limpar totalmente todas as superfícies, incluindo, mas não se limitando a, o seguinte: teclados, mouses, telas sensíveis ao toque.
  • Eles irão descartar cuidadosamente os panos imediatamente após o uso e lavar bem as mãos com um desinfetante à base de álcool.

Infraestrutura de TI

A terceirização com IMID GROUP pode ajudá-lo a garantir que sua infraestrutura e segurança de TI estejam protegendo sua empresa de pequeno ou médio porte.

Oferecemos suporte sob demanda e serviços de TI de taxa fixa que podem reduzir seus custos. Além das preocupações regulares com a infraestrutura, a pandemia permitiu o desencadeamento de um número excessivo de ataques de phishing e cibersegurança. Para manter seus dados protegidos contra esse ataque, é importante treinar os funcionários para reconhecer e-mails de phishing e golpes.

UMA MENSAGEM IMPORTANTE DA IMID Tecnologia

Nenhuma empresa teria sido capaz de prever a situação em que nos encontramos.

A IMID GROUP está empenhada em ajudar as empresas no Brasil a permanecerem operacionais sempre que possível.

Como todos nós tomamos medidas para reduzir a propagação do vírus e minimizar o contato pessoal, nossa equipe estará disponível para atender suas ligações e ajudá-lo a determinar os recursos, infraestrutura, software e aplicativos de que você precisa para dar suporte à sua força de trabalho remota, garanta a continuidade de seus negócios e minimize a interrupção de sua organização.

Todos nos estamos juntos nessa batalha, se precisar, converse com um de nossos especialistas sobre a sua empresa.

Cryptojacking
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Suporte de TI TI

Cryptojacking: O que é, como funciona e como se proteger

Cryptojacking

Cryptojacking

Até alguns anos atrás, uma das maiores ameaças à segurança da Internet era o ransomware. Todo mundo tinha uma história de terror sobre o computador de alguém ser infectado e ter que pagar grandes somas de dinheiro para recuperar o acesso aos seus arquivos.
A mais nova ameaça na Internet é o criptojacking . Ao contrário do ransomware, é tão furtivo que você pode nem saber que seu computador foi infectado.

O que é Cryptojacking?

Criptojacking se refere ao uso não autorizado de recursos de computação de outra pessoa para minerar criptomoedas. Uma vez que sua máquina é infectada com malware, ela começa a explorar criptomoedas, gerando fundos para a pessoa ou pessoas que iniciaram o ataque.

Para extrair criptomoedas, o malware desvia parte do poder de computação do seu computador e usa um pouco da eletricidade para executar o processo.

A maioria dos invasores é inteligente o suficiente para não desviar completamente todo o seu poder de computação, pois isso tornaria sua máquina mais lenta e chamaria a atenção para suas atividades. Em vez de concentrar seus esforços em alguns computadores, eles visam o máximo possível e enganam cada computador para que desvie uma pequena fração de seu poder de processamento para seus esforços de mineração de criptomoeda.

Isso fará com que cada computador observe apenas uma pequena queda no desempenho, algo que a maioria dos usuários provavelmente não notará. Como o malware faz o possível para permanecer discreto, a maioria dos usuários nem perceberá que ele está lá e permitirá que continue sua exploração sem ser perturbado.

Cryptojacking

Por que os criminosos usam o Cryptojacking?

O criptojacking se tornou tão popular porque é de baixo risco e garante um pagamento de 100%, já que os criminosos estão eliminando totalmente os humanos da equação. Com o ransomware, os criminosos tinham que exigir o pagamento dos usuários para ganhar alguma coisa, enquanto com o cryptojacking eles podem simplesmente enganar o computador para gerar dinheiro para eles.

O criptojacking também é incrivelmente lucrativo, já que é fácil infectar muitas máquinas e configurar cada uma como parte de uma operação de mineração de criptomoeda maior. Mesmo que alguns usuários percebam e tenham conhecimento técnico para remover o malware, provavelmente ainda haverá milhares de outros computadores infectados que continuam a gerar criptomoedas.

O principal motivo do criptojacking ser tão lucrativo e de baixo risco é que depende da nossa apatia. Considerando que uma demanda de ransomware forçou os usuários a agirem, o cryptojacking funciona, por design, para evitar que saibamos que ele está lá. Ao permanecer sem ser detectado o maior tempo possível, ele pode continuar a desviar seus recursos de computação e gerar mais e mais dinheiro.

Por que devo estar preocupado?

Pode não parecer grande coisa se alguém está usando apenas um pouquinho do poder de processamento do seu computador e um pouco de eletricidade para extrair frações de um centavo de criptomoedas, mas é. Se os criminosos podem usar o seu computador para fazer qualquer tarefa, isso significa que eles já têm acesso aos seus dados, e só porque eles estão sendo discretos, não significa que eles estão sendo inofensivos.

Agora que os cibercriminosos já obtiveram acesso à sua máquina, eles podem acessar dados confidenciais ou sequestrar seu computador ou toda a rede de computadores para fazer o que quiserem. Se você notar malware de criptojacking em seu computador, também significa que provavelmente ainda está vulnerável, e mesmo que seus “convidados” atuais decidam não matar sua vaca leiteira, isso não significa que outra pessoa não aparecerá e explorará as mesmas vulnerabilidades para propósitos mais nefastos.

O que posso fazer para impedir que as pessoas usem minha infraestrutura para extrair criptomoedas?

Existem algumas políticas que você pode implementar em sua empresa para manter suas máquinas protegidas contra roubo de criptografia. Esses incluem:

  • Verificando todos os uploads de dispositivos não gerenciados e remotos em busca de malware
  • Verificando todos os downloads de aplicativos em nuvem não autorizados ou instâncias não autorizadas de aplicativos em nuvem em busca de malware
  • Bloquear ou colocar em quarentena todos os dispositivos nos quais você detecta malware
  • Bloqueio de instâncias não sancionadas de aplicativos em nuvem bem conhecidos ou sancionados. Isso pode ser um pouco restritivo, mas melhorará significativamente sua segurança.

Você também pode falar com uma empresa de segurança cibernética como a IMID GROUP Tecnologia. A IMID GROUP pode ajudá-lo a criar e implementar políticas de segurança anti-criptojacking, bem como monitorar seus computadores e outros dispositivos em busca de malware.

Os cibercriminosos são ágeis, estão sempre procurando uma nova vulnerabilidade para explorar. Estar em dia com suas táticas mais recentes e ser capaz de empregar as táticas de segurança mais recentes é essencial para manter sua rede segura.

segurança da informação
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação TI

Como 2020 Mudou o Cenário da Segurança da Informação

Segurança da Informação

Segurança da Informação

 

A pandemia mudou a maneira como as organizações devem operar, não apenas no curto prazo, mas para sempre.

Uma das maiores mudanças permanentes é o cenário de TI, bem como o futuro da segurança de TI daqui para frente.

A segurança de TI já estava passando por uma revolução, mesmo antes do surgimento do COVID-19.

O vasto número de sistemas legados que nos levaram ao século 21 foi amplamente substituído por sistemas de armazenamento e transmissão que são mais complexos, móveis, sem fio e independentes de hardware.

As soluções em nuvem, a Internet das coisas e outros sistemas que atendem à nova geração sem fio exigem uma abordagem nova e ágil para a segurança, e a pandemia apenas acelerou essa necessidade.

As tecnologias de última geração mais recentes estão prestes a mudar a natureza da segurança cibernética na próxima década.

Eles oferecem um vislumbre das mudanças que estão alterando o cenário de segurança de maneiras que não seriam imagináveis ​​apenas alguns anos atrás.

Segurança da Informação

AMEAÇAS À SEGURANÇA CIBERNÉTICA EM 2020

De acordo com o Relatório de investigações de violação de dados de 2020 da Verizon , 86% dos ataques tiveram motivação financeira. Certos setores estavam sob ataques significativos e específicos:

  • O setor financeiro foi inundado por ataques. Tem havido uma pressão excessiva sobre as instituições financeiras para que implementem serviços digitais para seus clientes. Quando esses serviços não são acompanhados por medidas sofisticadas de segurança cibernética, as instituições ficam expostas a ataques com motivação financeira.
  • Ameaças de petróleo e gás têm sido mais insidiosas, com hackers expondo vulnerabilidades que permitiriam que as instalações de energia fossem controladas remotamente.
  • O setor de saúde, incluindo consultórios médicos e odontológicos, foi alvo de sofisticadas campanhas de phishing e hacks, que aumentaram em número e escopo conforme a pandemia continuava.
  • As PMEs foram atacadas em várias frentes, pois foram forçadas a priorizar o suporte a funcionários remotos, ao mesmo tempo em que lutavam para encontrar maneiras de estender as medidas de segurança de TI existentes no escritório para as casas e redes domésticas de seus funcionários.

As violações de dados foram galopantes – houve um aumento de 284% no número de registros expostos em 2019 em comparação com 2018, de acordo com o relatório anual de violação de dados do Risk Based Security. As ameaças mais comuns incluem ransomware, malware, engenharia social e phishing.

Segurança da Informação

Ransomware Segurança da Informação

Em meados do ano de 2020, os ataques de ransomware já custaram às organizações US $ 144,2 milhões. Esse número continuou a aumentar ao longo do ano.

Um dos maiores ataques de ransomware em 2020 ocorreu no início do ano na Dinamarca. A ISS-World , uma empresa de gerenciamento de instalações, foi atacada.

O custo estimado desse único ataque foi de US $ 75 milhões. As principais ameaças de ransomware continuam a causar estragos nas redes em todo o mundo.

Segurança da Informação

Malware Segurança da Informação

Os ataques de malware mais traiçoeiros do ano surgiram como resultado da pandemia.

Foi fácil jogar com o estresse emocional dos indivíduos, já que as empresas se esforçaram desde o início para enfrentar os desafios excepcionais de apoiar uma força de trabalho remota, encontrar informações para se manter seguro e compreender a natureza do coronavírus.

Isso levou a um grande aumento de sites falsos e ataques de e-mail nos quais um único clique ou download resultava em malware.

A engenharia social está se tornando uma ameaça maior

Um dos ataques de engenharia social mais visíveis aconteceu recentemente nos Estados Unidos, durante um período em que o país vive um dos ciclos eleitorais mais voláteis de sua história.

Um grupo de hostis estrangeiros se passando por “ Proud Boys ” – um grupo político de extrema direita – usou a engenharia social para encontrar as identidades dos membros do Proud Boy e usou essa informação para identificar os eleitores democratas.

O grupo então enviou os e-mails dos eleitores identificados e os ameaçou se não votassem de determinada maneira.

Proliferam os golpes de phishing

Os golpes de phishing não chegam apenas em e-mails.

Eles podem ser perpetuados por telefone e, mais recentemente, por mensagens de texto . Algumas das ameaças de phishing mais sinistras em 2020 foram resultado da pandemia.

As pessoas receberiam uma mensagem de texto informando que haviam sido expostas ao vírus e que deveriam se apresentar para testes.

Em seguida, eles receberiam um link no qual preencheriam um formulário solicitando informações pessoais.

 

TECNOLOGIAS DE SEGURANÇA CIBERNÉTICA A SEREM ADOTADAS

As organizações de hoje precisam de mais do que apenas um firewall e software de detecção de malware.

Conforme a segurança de TI evolui para acompanhar a sofisticação crescente das ameaças, considere a implementação das soluções a seguir.

 

ANÁLISE COMPORTAMENTAL CONSCIENTE DO CONTEXTO

Problema

As plataformas de mídia social usam análises sensíveis ao contexto que podem torná-los privados dos dados da empresa aos quais eles não deveriam ter acesso, incluindo o dispositivo que está sendo usado, informações do usuário, endereços IP, URLs, etc.

Soluções Segurança da Informação

Estabeleça uma política para toda a empresa para impedir que os usuários usem esses sites de plataforma em uma rede corporativa; utilizar ferramentas de proteção de endpoint e software de relatório para analisar o comportamento dos usuários e identificar problemas.

O treinamento extensivo de funcionários também pode ser usado para garantir que eles entendam a quantidade de dados que estão sendo coletados de sites de mídia social e como aumentar suas configurações de segurança e privacidade.

 

DETECÇÃO DE VIOLAÇÃO DE ÚLTIMA GERAÇÃO

Problema

Os dados do usuário do terminal estão sendo explorados e dados corporativos importantes estão sendo violados, levando a perdas financeiras e danos à reputação.

Soluções Segurança da Informação

Comece instalando firewalls e software sofisticado de segurança de endpoint em seus servidores de rede. Além disso, estabeleça protocolos de detecção e monitoramento de ameaças, bem como políticas abrangentes que regem o uso de dispositivos de funcionários, incluindo como, onde e quando eles podem se conectar à sua rede.

Os sistemas de alerta precoce ainda estão engatinhando, mas estão sendo criados para diminuir a invasão de hackers de uma forma inovadora.

Esses sistemas são baseados em algoritmos que tentam identificar sites e servidores que serão hackeados no futuro e não se concentram exclusivamente nas fraquezas da infraestrutura; em vez disso, eles incluem uma análise de características comuns compartilhadas por sistemas hackeados com mais frequência.

Por exemplo, um site que é conhecido por conter uma grande quantidade de dados financeiros confidenciais seria um alvo de hacking mais provável do que outro site que contém apenas informações comerciais genéricas.

Esses sistemas não são projetados para proteger todos os sites ou mesmo sites com tipos específicos de segurança, o que é um desvio das abordagens clássicas de segurança cibernética.

 

REDE VIRTUAL DISPERSIVA (VDN)

Problema

Ataques man-in-the-middle são semelhantes a espionagem. Eles são bastante comuns na China, onde os firewalls que impedem o tráfego da Internet também ouvem tudo que vem de fora da China. Nos EUA, isso ocorre principalmente em sites que não usam HTTPS.

Soluções Segurança da Informação

Existem várias maneiras de minimizar o risco desses ataques:

  • Instale certificados SSL.
  • Treine funcionários para identificar e-mails de phishing e endereços da web mascarados.
  • Empregue o uso de uma VPN.
  • Estabeleça políticas que impeçam o uso de Wi-Fi público.
  • Empregue o uso de Rede Dispersiva Virtual (VDN).

A rede dispersiva virtual pega uma página da tecnologia de rádio militar e a aplica à segurança cibernética, dividindo aleatoriamente as comunicações em vários fluxos.

Ao fazer isso, apenas o destinatário pretendido pode remontar a mensagem corretamente.

Com o VDN, a própria Internet ou uma rede particular torna-se a plataforma de montagem da comunicação.

 

EXPANSÃO DE TECNOLOGIAS EM NUVEM

Problema

Se não configuradas corretamente, as tecnologias de nuvem podem deixar uma rede vulnerável a ataques e violações. Frequentemente, uma mudança para a nuvem carece de soluções híbridas que ajudem a proteger a nuvem e as infraestruturas legadas.

Soluções

Para resolver esse problema, algumas empresas estão usando o Security Assertion Markup Language – ou SAML – um formato de autenticação e autorização de dados com detecção de intrusão e software de criptografia para gerenciar o fluxo de dados.

 

VULNERABILIDADES DE TRABALHO EM CASA

Problema

Com o trabalho remoto se tornando mais comum, as redes e dispositivos corporativos estão expostos a mais vulnerabilidades e estão sujeitos a ataques.

Soluções

  • Configure honeypots, que atraem os cibercriminosos para longe de alvos reais e caem em armadilhas.
  • Realize testes de penetração da rede para identificar falhas de segurança.
  • Execute testes de phishing para determinar os pontos fracos dos funcionários e para identificar quais áreas requerem treinamento adicional.
  • Equipe os funcionários com o software de segurança de rede correto.

 

TRANQUILIDADE EM UMA NOVA FRONTEIRA TECNOLÓGICA

Essas novas tecnologias são apenas uma amostra do trabalho que está sendo feito para enfrentar as ameaças emergentes com soluções de segurança abrangentes.

Como em qualquer setor, a mudança pode ser assustadora (especialmente quando dados confidenciais fazem parte da equação), mas se sua empresa estiver ciente dos novos desenvolvimentos, você pode começar a implementar algumas dessas tecnologias de segurança em sua infraestrutura de TI existente e desfrutar de um pouco de paz na mente.

Deixe IMID Tecnologia te ajudar com essas questões complexas de segurança e tecnologias emergentes. Ligue para nós e veja o que podemos fazer por você.

 

treinamento-de-segurança-em-ti
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação

Treinamento de Conscientização da Segurança da Informação

Treinamento de Conscientização da Segurança da Informação

Cada setor em cada país tem lutado contra o crime cibernético.

E não importa as camadas de segurança em vigor, sem treinamento de conscientização de segurança para transformar seus funcionários em uma última linha de defesa reforçada, você permanecerá em risco.

Para cada grande empresa que está sendo noticiada quando tem uma violação de segurança cibernética – ou seja, Capital Ones e Equifaxes da vida – existem também centenas de pequenas e médias empresas que também estão sendo visadas.

Sua empresa de médio porte pode ter um orçamento de TI menor, mas seus funcionários podem não estar tão alertas e conscientes quanto os funcionários de uma grande empresa com treinamento de conscientização de segurança.

O que é treinamento de conscientização sobre segurança da informação?

Treinamento de Conscientização da Segurança da Informação

O Treinamento de Conscientização de Segurança da Informação é um treinamento abrangente que ensina seus funcionários a estarem mais cientes do risco potencial contido em cada e-mail.

Os métodos do cyber-criminoso às vezes podem ser muito sofisticados para serem detectados por softwares de detecção de ameaças e firewalls, portanto, a conscientização dos funcionários pode desempenhar um papel significativo em manter os dados de sua empresa protegidos.

Com o treinamento de conscientização de segurança da IMID Tecnologia, seus funcionários serão equipados com as informações de que precisam para se proteger e proteger os ativos de sua organização.

Nosso treinamento fornece as informações necessárias para membros de todos os níveis de sua organização. Isso inclui funcionários, prestadores de serviço e qualquer pessoa autorizada a acessar a rede da sua organização.

Treinamento de Conscientização da Segurança da Informação

comprar-ssl
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Web Sites

Certificado SSL: O que é

Certificado SSL

Certificado SSL

Os certificados SSL são pequenos arquivos de dados que vinculam digitalmente uma chave criptográfica aos detalhes de uma organização. Quando instalado em um servidor web, ele ativa o cadeado e o protocolo https e permite conexões seguras de um servidor web a um navegador. Normalmente, SSL é usado para proteger transações de cartão de crédito, transferência de dados e logins e, mais recentemente, está se tornando a norma ao proteger a navegação em sites de mídia social.

Os certificados SSL unem-se:

  • Um nome de domínio, nome de servidor ou nome de host.
  • Uma identidade organizacional (ou seja, nome da empresa) e localização.

 

Observação: a partir de agosto de 2020, a maioria dos navegadores não exibirá mais o cadeado verde e a barra de endereço para indicar a validação estendida.

Uma organização precisa instalar o certificado SSL em seu servidor web para iniciar uma sessão segura com navegadores. Assim que uma conexão segura for estabelecida, todo o tráfego da web entre o servidor da web e o navegador da web estará seguro.

Quando um certificado é instalado com sucesso em seu servidor, o protocolo do aplicativo (também conhecido como HTTP) muda para HTTP S , onde o ‘S’ significa ‘seguro’.

 

Como funciona?

Os certificados SSL usam algo chamada criptografia de chave pública.

Este tipo particular de criptografia aproveita o poder de duas chaves, que são longas cadeias de números gerados aleatoriamente. Uma é chamada de chave privada e a outra é chamada de chave pública. Uma chave pública é conhecida pelo seu servidor e está disponível no domínio público. Ele pode ser usado para criptografar qualquer mensagem. Se Sophia estiver enviando uma mensagem para Lucas, ela a bloqueará com a chave pública de Lucas, mas a única maneira de descriptografá-la é desbloqueá-la com a chave privada de Lucas. Lucas é o único que tem sua chave privada, então Lucas é o único que pode usá-la para desbloquear a mensagem de Alice. Se um hacker interceptar a mensagem antes de Lucas desbloqueá-la, tudo o que obterão será um código criptográfico que não poderá quebrar, mesmo com o poder de um computador.

Se olharmos para isso em termos de um site, a comunicação está acontecendo entre um site e um servidor.

Exemplo:

 

Certificado SSL

 

Por que preciso de um certificado SSL?

Os certificados SSL protegem suas informações confidenciais, como informações de cartão de crédito, nomes de usuário, senhas, etc. Eles também:

  • Mantenha os dados seguros entre os servidores
  • Aumente suas classificações do Google
  • Construir / aumentar a confiança do cliente
  • Melhore as taxas de conversão

 

Onde posso comprar um certificado SSL?

Os certificados SSL precisam ser emitidos de uma autoridade de certificação (CA) confiável. Navegadores, sistemas operacionais e dispositivos móveis mantêm listas de certificados raiz de CA confiáveis.

O certificado raiz deve estar presente na máquina do usuário final para que o certificado seja confiável. Se não for confiável, o navegador apresentará mensagens de erro não confiáveis ​​ao usuário final. No caso do e-commerce, essas mensagens de erro resultam em falta de confiança imediata no site e as organizações correm o risco de perder a confiança e os negócios dos consumidores.

Algumas hospedagens fornecem certificados gratuitos aonde não a pagamento mensal ou anual. Converse com nosso pessoal e consulte planos de hospedagem que já contam com o certificado SSL instalado e funcionando.

Cibersegurança para o setor de saúde
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Terceirização de TI TI

O guia definitivo para cibersegurança no setor de saúde

Cibersegurança para o setor de saúde

Cibersegurança para área da saúde

 

O setor de saúde continua a ficar para trás em segurança cibernética, embora seja cada vez mais visado por criminosos cibernéticos .
Por que isso acontece e o que você pode fazer para proteger melhor sua organização em 2021?

O verdadeiro custo das violações da cibersegurança na área da saúde

Quando a maioria de nós pensa em organizações sendo hackeadas ou violadas, pensamos em dados confidenciais vazando, fazendo com que os lucros despenquem, ou documentos vitais sendo mantidos reféns até que o resgate seja pago . No entanto, quando se trata do setor de saúde, muitas vezes o verdadeiro custo de um ataque é muito mais do que apenas dinheiro.

O custo para os pacientes

A incapacidade de acessar os registros médicos, a perda de produtividade com a queda dos sistemas e o dinheiro pago aos cibercriminosos têm um impacto real na saúde e no bem-estar dos pacientes. Um famoso ataque cibernético voltado para a saúde, foi o ataque de ransomware de 2019 ao Grey’s Harbor Community Hospital e na Harbor Medical Group , forçou o hospital e as clínicas do grupo médico a reverter para registros médicos em papel e afetar backups. Embora a maioria dos registros tenha sido recuperada, ainda não está claro se alguns registros médicos foram perdidos para sempre.
Uma violação pode prejudicar o relacionamento entre o paciente e médico, pois muitos pacientes podem evitar a procurar ajuda médica se estiverem preocupados com os cibercriminosos, e outros usuários não autorizados que possam acessar suas informações médicas privadas. Essas consequências emocionais podem prejudicar seriamente a saúde e o bem-estar dos pacientes e tornar mais difícil para os médicos reconstruir a confiança do paciente e garantir que seus pacientes recebam os cuidados de que precisam.

O custo para a ciência médica

Dependendo da natureza da violação, dados valiosos de pesquisa e propriedade intelectual podem ser danificados ou perdidos, o que pode atrasar a pesquisa de tratamentos que salvam vidas. Esse tipo de pesquisa é inestimável e sua perda pode ter consequências devastadoras para a saúde e o bem-estar de potencialmente milhões de pessoas.

Os desafios únicos da cibersegurança na saúde

A pesquisa mostrou que o setor de saúde é o principal alvo para o roubo de informações médicas, pelo menos em parte, porque fica atrás de outros setores na proteção de seus dados vitais. Então, por que esta indústria, cujos ativos são cruciais para a saúde e o bem-estar humanos, está tão para trás?
Para começar, muito do que os hospitais fazem depende da Internet, desde resultados de exames de pacientes e registros médicos até as várias máquinas e tecnologias usadas para fornecer cuidados aos pacientes. Embora essa interconexão seja excelente para integração de dados, envolvimento do paciente e suporte clínico, também significa que um ransomware ou outro ataque pode se espalhar rapidamente entre sistemas vitais, acessando dados de pacientes e outras informações altamente confidenciais, sequestrando equipamentos médicos para minerar criptomoedas, ou fechando hospitais inteiros ou redes de hospitais até que o resgate seja pago.

Nem todo software pode ser corrigido

Um dos desafios únicos da área de saúde é que existe uma grande variedade de equipamentos. Embora alguns equipamentos sejam de última geração, muitas peças de tecnologia de saúde ainda em uso foram feitas por empresas que não estão mais no mercado ou que funcionam com software antigo com brechas de segurança que não podem ser corrigidas. Isso significa que, mesmo que se saiba da existência de vulnerabilidades (o que nem sempre é o caso), pode não haver uma maneira de corrigi-las.
A resposta óbvia seria abandonar softwares e equipamentos desatualizados com vulnerabilidades conhecidas, mas é mais fácil falar do que fazer. Enquanto uma pequena ou média empresa pode lidar com um desligamento temporário para migrar toda a rede, hospitais e outras instalações de saúde não têm esse luxo: o sistema inteiro precisa estar funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.
Desligar equipamentos antigos e transferir todos os dados armazenados na rede também pode ser extremamente caro. A capacidade de corrigir e atualizar o software estende a vida útil do equipamento atual e reduz os custos.

O erro humano pode expor os dados do paciente

No que diz respeito à privacidade de dados, uma pesquisa recente do JAMA descobriu que a maioria das violações em ambientes médicos foi desencadeada por divulgações não autorizadas ou erros de funcionários. Quando vários médicos, enfermeiras e especialistas em turnos precisam ser capazes de acessar de forma rápida e fácil os dados confidenciais dos funcionários, aumenta a probabilidade de uma pessoa cometer um erro que possa deixar esses dados vulneráveis.

As maiores ameaças à segurança cibernética com que se preocupar em 2021

Cibersegurança para o setor de saúde

Existem algumas ameaças com as quais os provedores de saúde devem se preocupar em 2021. Se você não tiver certeza de quais etapas pode tomar para melhorar a postura de segurança cibernética de sua organização, fale com imid group

Ransomware

O ransomware foi um grande problema em 2019, principalmente para os provedores de saúde, e provavelmente só vai piorar. Ao contrário de algumas outras empresas, os prestadores de serviços de saúde não podem pausar as operações para tentar descriptografar seus arquivos para evitar o pagamento do resgate. E embora algumas empresas possam continuar mesmo sem conseguir recuperar alguns arquivos criptografados, às vezes até mesmo um único arquivo irrecuperável, como o arquivo eletrônico de um paciente ou resultados de testes, pode ter consequências desastrosas para a saúde e o bem-estar dos pacientes.

Dispositivos Médicos Inseguros

As empresas em uma variedade de setores, incluindo o setor de saúde, adotaram com entusiasmo uma ampla variedade de dispositivos de Internet das Coisas (IoT). Na verdade, alguns relatórios especulam que a partir de 2019 e 2024, veremos uma taxa de crescimento anual combinada de 27,6% para dispositivos IoT de saúde .
No entanto, em 2019, o FDA alertou que uma empresa de segurança cibernética identificou 11 vulnerabilidades que poderiam permitir que hackers controlassem dispositivos médicos remotamente . Esse relatório provavelmente levou muitos provedores de saúde a examinar mais de perto suas posturas atuais de segurança cibernética. Esperançosamente, esse foco continuará em 2020 para que essas e outras vulnerabilidades possam ser abordadas.

Registros de saúde eletrônicos inseguros

Os registros eletrônicos de saúde tornaram muito mais fácil para os profissionais de saúde e as instalações acessar os arquivos dos pacientes, embora esse sistema venha com considerações especiais de segurança cibernética.
Embora já existam leis de privacidade para proteger os dados confidenciais dos pacientes, essas leis foram escritas principalmente com as pessoas em mente, não o software. Isso significa que muitos desses sistemas permanecem vulneráveis ​​à exploração por cibercriminosos, uma vez que o software em que muitos desses sistemas são executados ou com o qual fazem interface pode ter sido escrito em um tempo antes da IoT. Dependendo de quando o software foi escrito, a empresa pode não estar disponível para lançar atualizações e patches de software e, mesmo que estejam, o software pode não ser compatível com muitas atualizações de segurança cibernética necessárias.
Esperançosamente, descobertas como o relatório da FDA mencionado acima encorajarão as empresas que projetam sistemas de registros eletrônicos de saúde a avaliar seu software de forma crítica para que ele possa ser modificado para proteger melhor os dados do paciente.

Como as organizações de saúde podem melhorar sua postura de segurança cibernética?

Cada organização é diferente e tem necessidades de segurança cibernética ligeiramente diferentes. Como tal, a primeira coisa que qualquer organização deve fazer é sentar-se com seu MSSP para identificar suas necessidades de segurança cibernética e criar protocolos de segurança cibernética robustos, mas flexíveis.
As organizações também devem trabalhar com seus MSSPs voltados para a saúde para identificar ameaças confiáveis e criar planos de resposta personalizados para lidar com essas ameaças. Esses planos de resposta devem ser projetados para minimizar ou até mesmo eliminar os danos aos sistemas críticos e ajudar a proteger a infraestrutura vital e os dados confidenciais.
Para ajudá-lo a começar, analise nossa postagem no blog Como manter sua empresa segura .

Search-And-Replace-Plugin
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Web Sites

Como substituir URLs em massa de HTTP para HTTPS no banco de dados Word Press

HTTPS wordpress

HTTPS

Se você decidir mudar seu nome de domínio, ou talvez tenha finalmente obtido a versão ponto com de seu domínio. Pode ser também que seu site foi feito com a url http e você quer corrigir isso colocando mais segurança no seu web site ativando cadeado (SSL), é essencial que você altere e atualize todos os URLs antigas no banco de dados para o nova URL. Caso contrário, muitos links em sua página e conteúdo, como imagens, provavelmente ficarão corrompidas e não funcionarão.

Além disso, ao adicionar um certificado SSL ao seu site, você precisará substituir todas as URLs no banco de dados por https. Não há necessidade de fazer tudo isso manualmente! Com o download de um plugin gratuito chamado ‘Search & Replace‘, você pode fazer tudo isso facilmente.

Este tutorial mostrará como usar o plug-in “Search & Replace” para substituir todos os URLs ou quaisquer dados de texto no banco de dados do WordPress sem passar por muitas etapas técnicas.

 

Passo 1:

  • Faça login em seu WP Admin e clique em ” Plugins” na barra lateral do administrador
  • Clique em ” Adicionar Novo
  • Procure o plugin ” Search & Replace
  • Clique no botão ” Instalar agora” e no botão ” Ativar “

 

wordpress https

 

OBS: antes crie um backup do seu site principalmente do seu banco de dados.

Passo 2:

  • As configurações do plugin estarão disponíveis em ” FerramentasPesquisar e substituir “.
  • Clique na guia ” Pesquisar e substituir“.
  • Na lista de tabelas, basta verificar ” wp_postmeta“. Observe que wp_postmeta é a tabela do banco de dados onde o Themify Builder armazena os dados. Selecionar a tabela wp_postmeta afetaria apenas os dados na tabela postmeta. Se você deseja substituir os dados em todo o banco de dados, marque ” Selecionar todas as tabelas “.
  • No campo ” Pesquisar por:“, insira o texto que deseja pesquisar.
  • No campo ” Substituir por:“, insira o texto que deseja substituir. Digamos que você queira substituir todos os URLs do site por https, você deve inserir seu domínio (por exemplo, “http://seudominio.com”) no campo ” Pesquisar por: ” e inserir o domínio https (por exemplo, “https: / /seudominio.com “) no campo” Substituir por: “. Você pode substituir praticamente qualquer dado de texto no banco de dados, mas este tutorial apenas demonstra como substituir URLs.
  • Clique em ” Dry Run” para fazer um teste. Executar um ” Dry Run ” mostra o que seria substituído no banco de dados.
  • Quando estiver satisfeito com a simulação, desmarque ” Operação a seco“, selecione ” Salvar alterações no banco de dados ” e clique em ” Pesquisar e substituir “

https wordpress

 

OBS: Caso queira maior abrangência e aplicação, recomendo selecionar todas as tabelas clicando em Select all tables.

Migração Windows
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Sistemas Operacionais Terceirização de TI TI

MIGRAÇÃO DO WINDOWS 10: POR QUE SUBSTITUIR DISPOSITIVOS É MELHOR PARA O SEU ORÇAMENTO

Migração Windows

A Microsoft encerrou o suporte ao Windows 7 em 14 de janeiro de 2020, e as empresas que ainda estão em sistemas operacionais antigos (como este e até o Windows XP ) estão correndo para concluir a migração do Windows 10. Mas, em vez de atualizar os dispositivos existentes, muitas organizações estão questionando se faz mais sentido substituí-los completamente.

O que fazer se você ainda estiver no Windows 7

Se sua empresa ainda estiver usando o Windows 7, suas opções são:

  • Ignore o prazo e permaneça no Windows 7
  • Mudar para Apple ou Linux
  • Atualize seus dispositivos existentes
  • Substitua seus dispositivos

Embora ignorar o prazo final seja uma escolha, certamente não é uma boa opção. Se você deseja continuar executando, a Microsoft oferece ao Windows 7 um “suporte estendido”, mas a um custo elevado . Se você não puder pagar o preço, corre o risco de ter aplicativos, sistemas operacionais e dispositivos não suportados, não atualizados e sem patches, que são o alvo favorito dos ciberataques que procuram invadir redes, infiltrar-se com vírus ou roubar dados valiosos, causando um tempo de inatividade prejudicial para os seus negócios.

Em vez disso, você pode mudar para dispositivos Apple ou mesmo software Linux. A transição para a Apple tornaria os funcionários que apreciam iPhones e Macs mais felizes e possivelmente mais produtivos, além de atualizações gratuitas do sistema operacional e segurança aprimorada. Em termos de valor, os dispositivos da Apple tendem a custar mais inicialmente, mas há um argumento popular de que eles duram mais, por isso vale a pena a despesa. Além disso, assim como nas máquinas Windows, os Macs também estão disponíveis em alguns provedores de serviços de TI gerenciados . No entanto, se você optar por manter os sistemas e PCs Windows, considere as duas últimas opções da lista.

Atualizando dispositivos atuais versus substituindo-os

Os gastos com TI e as atualizações de infraestrutura permanecem preocupações constantes para os negócios em crescimento; portanto, a necessidade de optar pela opção mais econômica que trará o maior impacto às operações é uma das principais prioridades.

Pode parecer que atualizar as máquinas atuais seria a opção mais barata. A Microsoft cobra US $ 120 a US $ 200 por licença para atualizar do Windows 7 para o Windows 10, o que parece muito mais barato que um novo dispositivo … no início.

No entanto, a Intel tem analisado os números e descobriu que substituir dispositivos completamente durante a migração do Windows 10 pode ser mais barato a longo prazo e traz várias outras vantagens. Ao examinar PCs mais antigos, eles descobriram:

  • Um dia de trabalho por ano é perdido, esperando que um computador com mais de quatro anos seja inicializado
  • 42 horas de trabalho produtivas / ano são perdidas, em média, durante reparos de computadores mais antigos
  • O desempenho e a eficiência geralmente são prejudicados ao executar vários aplicativos em um PC com quatro anos ou mais

Ao comparar dispositivos mais antigos e computadores mais novos equipados com processadores Intel Core vPro de 8a geração, a Intel descobriu:

  • Um novo PC executando o Windows 10 fornece análise de dados 40% mais rápida do que um PC de 4 anos executando o Windows 10
  • Novos PCs são duas vezes melhores em multitarefa do que esses dispositivos mais antigos
  • A execução do Windows 10 em um PC mais novo oferece um desempenho geral até 80% melhor que os PCs mais antigos

Saber disso dificulta a decisão entre seguir o caminho mais fácil e atualizar os dispositivos existentes, ou procurar dinheiro para novos dispositivos que possam melhorar a satisfação dos funcionários, a produtividade do escritório e, possivelmente, o sucesso comercial.

A migração do Windows 10 não deve ser tomada de forma descompromissada

Iniciar a mudança a partir do Windows 7 agora é sua melhor aposta para manter seus negócios em segurança, suas operações em conformidade e seus dados antes que o suporte termine. Se você decidir atualizar ou substituir seus dispositivos, sua estratégia de migração do Windows 10 precisa incluir uma decisão sobre qual edição do Windows 10 é apropriada para seus negócios em crescimento e uma avaliação dos aplicativos atuais que sua organização usa para garantir que sejam compatíveis ( A Microsoft tem um ótimo site para isso). Se não estiverem – e você não conseguir resolver o problema antes que o tempo acabe -, talvez seja necessário pagar pelo suporte estendido, apesar do custo.

Precisa de ajuda? Migração Windows

Na Imid Group, podemos ajudá-lo a avaliar sua infraestrutura de TI atual, incluindo dispositivos e aplicativos atuais, para que você possa decidir melhor como preparar seus negócios para as mudanças de tecnologia que estão por vir.

homer-office
Cibersegurança Consultoria de TI Empresa de TI Infraestrutura de TI Segurança da Informação Terceirização de TI TI VPN

O que acontece quando você não se prepara para o trabalho remoto?

Trabalho Remoto

 

Com o Coronavirus fazendo com que tantos funcionários trabalhem em casa, as pessoas prevêem que isso pode mudar permanentemente a cara do trabalho remoto – com o home office se tornando a nova norma . Esperançosamente, as organizações percebem como o trabalho remoto pode ser valioso, mas muito depende de como as empresas lidam com o aqui e agora.

Muitas organizações estão usando esse tempo como um teste para determinar se o emprego remoto pode ou não funcionar como uma opção permanente. Algumas organizações já tinham uma infraestrutura de trabalho remota instalada antes do COVID-19 e estão percebendo muitos benefícios. Outros simplesmente não estavam prontos para esta pandemia. Muitos estão lutando para conseguir uma solução de teletrabalho e estão apenas mancando. Essas empresas simplesmente não estão obtendo um retrato preciso de como o trabalho remoto pode e deve ser.

Para fazer isso direito, as organizações precisam de políticas remotas para desempenho e segurança. Mas muitas empresas não tiveram tempo para implementar essas políticas. Muitos lutam porque não têm a tecnologia certa. Algumas empresas não têm laptops suficientes e estão enviando funcionários para casa com torres de computador completas. Mesmo as empresas líderes do setor estão lutando porque suas soluções VPN não permitem o túnel dividido . Isso está reduzindo a largura de banda a níveis quase inutilizáveis. As empresas sem VPN não podem nem mesmo fornecer aos funcionários acesso seguro à rede.

Portanto, embora certamente esperemos que isso faça com que as empresas percebam que precisam reforçar seus recursos remotos, algumas organizações podem adotar a abordagem oposta e considerar tudo isso um experimento fracassado … porque não foram preparadas para isso.

Se a sua empresa (como muitas) não tinha uma infraestrutura de trabalho remota instalada e o período de adaptação é estressante – não entre em pânico! E definitivamente não descarta o trabalho remoto como uma opção viável. Lembre-se de que tentar implementar um novo modelo de trabalho em meio a uma crise será muito mais difícil do que configurá-lo em tempos calmos, e você pode não produzir resultados precisos.

Pode ser útil para você levar em consideração os fatores adicionais que causam tensão para o trabalho remoto durante esta crise e tentar separar cada assunto e suas consequências.

Este é um momento difícil para testar uma estratégia de acesso remoto. Mas não desanime. Agora, estamos todos juntos nisso, vivendo um dia de cada vez e fazendo o nosso melhor para fornecer aos funcionários, a empresa, o trabalho e manter os pagamento contínuos.

Embora os líderes de TI vejam os benefícios do trabalho remoto e entendam que ele veio para ficar, eles ainda temem que as organizações se tornem vulneráveis ​​a muitos riscos. Sua opinião? As organizações que não tomaram as medidas certas para proteger seus funcionários remotos precisam fazê-lo logo, especialmente porque a adoção do trabalho remoto no local de trabalho está se movendo mais rápido do que nunca.

Se a sua empresa não gosta do trabalho remoto, é provável que seja apenas porque ele foi implementado de forma reativa, em vez de proativa. Não deixe que resultados negativos o dissuadam de tentar novamente no futuro. Faça tudo o que puder para que as coisas funcionem bem durante o resto desse período de incerteza. Quando as coisas voltarem ao normal, reserve um tempo para avaliar estrategicamente o que deu certo e o que poderia ter sido melhor. Em seguida, elabore um plano (e mantenha-o atualizado!) Para que, se ocorrer outro desastre, você esteja pronto.

Se precisar de ajuda com este assunto, segue aqui um link para fazermos juntos um diagnóstico de sua empresa e verificarmos as melhores soluções.